25/04/2012


Desde o infiniito que atingi de escrever, tive esta poesia átomo pra cadenciar explosão - que nenhuma bomba de hidrogênio me tiraria o ar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário