01/04/2012


E depois que um vento recolhe a cor da manhã, tem este momento todo de repetir meu silêncio. Só o vento leva longe as vozes que me percorri.

Nenhum comentário:

Postar um comentário