01/04/2012


Os barquinhos, que naveguei às primeiras ondas de um livro, recolhem ainda hoje a maré que veraneio ancorar. As letras me embarcam velejar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário