21/10/2012


Reformo intervalos para alguém que me lê. Coloco neles as palavras pareando profundidade e aspiração ao saltar-me desde tempos inacabados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário