27/01/2012


No raso de um apelo sempre o medo. Tirano revoga o que o desejo insiste, em apenas suplício de nos incutir atravessamento. Temente a passeio zomba de mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário