08/02/2012

Incertezas fotografam louvável poesia pra eu ver o que desentendo.

Um comentário: