02/02/2012


Para as palavras realinharem de horizonte um poeta dança invencionices de ritmo interno estampando mais um dia. Canção prediz linhas cheias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário